terça-feira, 30 de janeiro de 2018

Onde deixar os filhos: matricular em uma creche ou mantê-los em casa?

A creche proporciona o início da formação educacional e a interação social, porém muitos pais não tem condições financeiras de matriculá-los.


Quem tem filhos pequenos e procura por uma creche ou escola em tempo integral vive um grande dilema no momento das pesquisas de instituições: os preços que não são acessíveis. Por causa disso, até cogitam em contratar uma babá para ficar com as crianças em casa, o que gera a dúvida no quesito confiança. Nessa situação muitos pais se perguntam onde deixar as crianças enquanto estiver no trabalho.

Um estudo feito pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) em 2015, revelou que naquele ano havia no país 10,3 milhões de crianças com menos de 4 anos de idade, 5,1% do total da população. A partir dos dados coletados na Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD), apenas 25,6% do total das crianças nesta faixa etária estavam matriculadas em creches ou instituições semelhantes. Já 76,7% das famílias optavam por deixar as crianças integralmente em casa.

Alguns pais contam com a ajuda da família, muitas vezes os avós que ficam a disposição para cuidar dos netos. Na pesquisa, 4,7% dos pais justificativa disseram ser esta a única opção disponível, enquanto outros 3,4% justificaram que o motivo da escolha era por não ter condições financeiras para matricular os filhos em uma creche.

Segundo pedagogos é muito importante para a criança socializar desde cedo com outras crianças e a creche proporciona essa interação, além serem estimuladas o tempo todo com atividades pedagógicas.

Por isso, no Educa Mais Brasil, os pais ou responsáveis encontram a oportunidade para deixar os pequenos em uma creche, além de iniciar a formação educacional deles, pois esse programa de inclusão educacional concede com bolsas de estudo de 50% para quem não tem condições de arcar com as mensalidades integral.

Jaqueline Vaz – Ascom EMB

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contribua deixando seu comentário.