terça-feira, 12 de dezembro de 2017

Como as redes sociais estão revolucionando a experiência na universidade



As ferramentas de social media estão transformando profundamente a forma como os estudantes aprendem e divulgam suas ações na fase acadêmica



Tente parar para pensar quando foi que você conheceu sua primeira rede social. Já faz um bom tempo, não é mesmo? Uma verdadeira revolução nas tecnologias de comunicação e internet, o entendimento atual que temos sobre rede social está amplamente relacionado com o advento e popularização do Facebook. Surgido nos corredores da Universidade de Harvard, o Facebook cresceu e se tornou, sem sombra de dúvidas, um dos gigantes da comunicação mundial. O fato de terem florescido, em grande parte, no ambiente universitário indica que as redes sociais possuem relações profundas com o ensino superior.
 A rede social não é o inimigo
Fazer da rede social um problema no ambiente acadêmico certamente não é um caminho adequado. Por outro lado, utilizar as suas melhores características com intenções educacionais é a chave para uma boa experiência. Confira algumas maneiras de colocar a colaboração em prática. 

Atualização e compartilhamento

Recursos básicos de social media podem ser utilizados pelas instituições para fins vantajosos. Por exemplo, a criação e alimentação de uma página do Facebook da instituição (ou de cada departamento/curso, se for o caso). Garantindo rápida transmissão e compartilhamento de informações relevantes aos alunos e à comunidade acadêmica no geral, a página pode se tornar uma interessante ferramenta educacional. O mesmo modelo pode ser aplicado a um perfil no Twitter ou um canal no YouTube.Além disso, este tipo de interação pode ser positiva para o relacionamento da instituição com a imprensa, oferecendo dados e contato oficiais.

Promover e divulgar

Uma finalidade bastante útil do emprego de redes sociais é a de divulgação da produção científica, acadêmica e mesmo cultural da universidade. Seja um trabalho interessante e elogiado de um aluno ou a linha de pesquisa de um docente, a divulgação fortalece a imagem da instituição (além de promover intercâmbio e contato entre os seus próprios membros que, de outra forma, talvez nem chegassem a conhecer o trabalho de seus colegas). A divulgação de eventos também pode ser largamente facilitada pela presença em rede social. O convite para um congresso ou palestra pode atingir uma faixa bem maior de público interessado.

Incentivo à produção e ao diálogo

Ao estabelecer conexão entre os próprios usuários/alunos da universidade, as redes sociais podem funcionar como incentivo à produção. Surgimento de parcerias, estabelecimento de acordos, entre outros, podem ser facilitados pelas redes. Também é importante destacar a maior possibilidade de diálogo entre alunos e funcionários ou docentes.  

*
Com a grande maioria dos alunos usando smartphones e tendo familiaridade com as redes sociais, as mesmas podem se tornar surpreendentes recursos no ensino e na experiência universitária no geral.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contribua deixando seu comentário.