sexta-feira, 4 de agosto de 2017

35 novas profissões brasileiras foram reconhecidas pelo MTE


Foram oficializadas, neste ano, 35 ocupações profissionais pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) através da tabela atualizada de Classificação Brasileira de Ocupações (CBO), que regulariza todos os ofícios desempenhados no país.

A atualização da CBO é feita após um estudo das atividades e do perfil de cada categoria. Também são considerados os dados descritos na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS) e as demandas geradas pelo Sistema Nacional de Emprego (SINE), pelas associações e sindicatos (trabalhistas e patronais) e por profissionais autônomos.

Esse reconhecimento aumenta as oportunidades de trabalho, além da maior procura por qualificações para manter o emprego ou conseguir uma nova contratação. Por isso, diversos programas educacionais oferecem cursos nas áreas ou correlatas com valores mais acessíveis a fim de proporcionar uma melhor formação. No Educa Mais Brasil, por exemplo, é possível realizar cursos de graduação, cursos técnicos, profissionalizantes, entre outros, com até 70% de desconto nas mensalidades.  

Conheça algumas das novas atividades inclusas na CBO:

Auxiliar de logística: auxilia no processo de logística, realiza lançamento de notas fiscais no sistema e entrada e saída de materiais;

Entrevistador social: entrevista famílias de baixa renda, orienta sobre os programas sociais e políticas públicas;

Sanitarista: planeja, coordena e avalia ações e programas de saúde com entidades sociais;

Estoquista: promove o acondicionamento de qualquer tipo de mercadoria, preservando o estoque limpo e organizado;

Auxiliar técnico de sinalização náutica: auxilia na execução dos serviços de sinalização náutica;

Expedidor de mercadorias: expede materiais e produtos, examinando-os;

Agente de combate a endemias: realiza ações de controle de endemias, promove educação sanitária e ambiental;

Tecnólogo em soldagem: elabora o plano de qualificação de procedimentos de soldagem;

Casqueador de animais: monitora doenças, lesões e traumatismos em animais;

Ferrador de animais: coloca e substitui ferraduras em animais, detecta e higieniza ferimentos nas patas, recomenda encaminhamento ao veterinário quando necessário;

Monitor de sistema eletrônico: monitora os equipamentos e sistemas da central de segurança;

Monitor de ressocialização prisional: controla acesso de pessoas e veículos em unidade penal, distribuem alimentação;

Conferente de mercadoria: recebe e confere produtos e materiais em almoxarifados antes do embarque;

Técnico em manobras: administra sinalização náutica e realiza a manutenção dos sinais náuticos.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contribua deixando seu comentário.