quarta-feira, 21 de junho de 2017

Instituições de ensino superior parceiras do Educa Mais Brasil estão no ranking das melhores do MEC


Faculdades e centros universitários parceiros do Educa Mais Brasil estão no ranking das melhores instituições de ensino superior brasileiras, divulgado pelo MEC. A lista, disponível no site do INEP (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira), se refere ao ciclo de avaliação 2015 e se apoia no indicador oficial de qualidade do ensino superior no país IGC (Índice Geral de Cursos). Dentre as consideradas como excelentes estão o Instituto Superior de Educação Ocidente (ISEO) na Bahia, que atingiu a nota máxima 5, e os centros universitários parceiros como Estácio de Sá em Minas Gerais e Unicarioca no Rio de Janeiro, ambas com nota 4.

Como é determinado o IGCPelas faixas de avaliação que vão de 1 a 5, mas para uma instituição ser conceituada como excelente deve atingir as faixas 4 ou 5 do índice. Aquelas que não chegaram à nota mínima 3 são consideradas insatisfatórias para os padrões do MEC e podem sofrer punições.

O IGC considera para a avaliação a média dos CPCs (Conceito Preliminar de Curso) do último triênio, que se refere aos cursos de graduação e é calculado no ano seguinte à realização do Enade (Exame Nacional de Desempenho de Estudantes). E também a média dos conceitos atribuídos pela CAPES (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior) a programas de pós-graduação stricto sensu na última avaliação trienal.

Outro fator determinante para a nota da instituição é a distribuição dos estudantes entre os diferentes níveis de ensino, graduação ou pós-graduação stricto sensu.

O MEC avaliou os seguintes cursos no último triênio: administração, administração pública, ciências contábeis, ciências econômicas, design, direito, jornalismo, psicologia, publicidade e propaganda, relações internacionais, secretariado executivo, tecnologia em comércio exterior, tecnologia em design de interiores, tecnologia em design de moda, tecnologia em design gráfico, tecnologia em gastronomia, tecnologia em gestão comercial, tecnologia em gestão de qualidade, tecnologia em gestão de recursos humanos, tecnologia em gestão financeira, tecnologia em gestão pública, tecnologia em logística, tecnologia em marketing, tecnologia em processos gerenciais, teologia e turismo.

Algumas instituições parceiras do EMB atingiram o alto conceito no ranking do MEC. Separamos as 10 primeiras da lista. Confira abaixo!

Ano
Nome da instituição
Categoria administrativa
Estado
Nº de cursos com CPC no triênio
IGC (Contínuo)
IGC (faixa)
2015
INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO OCIDENTE (ISEO)
Privada sem fins lucrativos
BA

1
4,0066
5
2015
UNICARIOCA
Privada sem fins lucrativos
RJ
24
3,0982
4
2015
ESTÁCIO DE SÁ
Privada com fins lucrativos
MG
14
3,1008
4
2015
FACULDADE DE CIÊNCIAS ECONÔMICAS DO TRIÂNGULO MINEIRO
Privada sem fins lucrativos
MG
2
3,8688
4
2015
FACULDADES JOÃO PAULO II
Privada com fins lucrativos
RS
2
3,7690
4
2015
FACULDADE INEDI
Privada com fins lucrativos
RS
7
3,5054
4
2015
FACULDADE REDENTOR
Privada sem fins lucrativos
RJ
13
3,3157
4
2015
FACULDADE ANHANGUERA JARAGUÁ DO SUL
Privada com fins lucrativos
SC
1
3,3123
4
2015
FACULDADE EVANGÉLICA DO PIAUI
Privada sem fins lucrativos
PI
1
3,1656
4
2015
FACULDADE DOCTUM DE MANHUAÇU
Privada sem fins lucrativos
MG
1
3,1127
4

Lista completa das melhores universidades do Brasil segundo o MEC:


Ascom – Educa Mais Brasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contribua deixando seu comentário.