segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

Aprender brincando: como os jogos e brincadeiras ajudam no aprendizado

Brincar é colocar a imaginação em ação. Para as crianças, esse é um momento de alegria e espontaneidade, mas os adultos devem entender que, muito mais que isso, os jogos e brincadeiras fazem com que elas se desenvolvam, conheçam novas habilidades e tenham diferentes experiências.

Separamos algumas brincadeiras e jogos que trabalham diversos aspectos educativos e cognitivos nas crianças:

1 – Quebra-cabeça e dominó são excelentes para desenvolver a concentração. Além disso, o dominó pode servir para a fixação dos números e operações matemáticas.

2 – Jogo de damas e Xadrez ajudam a ampliar a memória e o raciocínio lógico, que irão acompanhar a criança ao longo dos anos. Também se desenvolve uma capacidade de planejamento e de prever as consequências dos seus atos.

3 – Para desenvolver o raciocínio rápido, o jogo de palavras conhecido como Stop ou Adedonha é divertido e faz com que as crianças busquem soluções depressa para ganhar o jogo, além de estimular o aprendizado de novas palavras.

4 – O pega-varetas pode parecer insosso, mas, por trás da velha brincadeira, ele mostra-se muito interessante para estimular a paciência e a coordenação motora fina das crianças.

5 – Fazer desenhos, pinturas ou artesanatos colabora com a concentração, perseverança e paciência. Além disso, essas práticas aguçam a criatividade dos pequeninos.

Mas a gente sabe que a educação de uma criança não é só pautada em jogos e brincadeiras. É preciso levar a sério. Por isso, o Educa Mais Brasil, maior programa de inclusão educacional do Brasil, disponibiliza bolsas com até 70% de desconto em escolas de qualidade. Acesse o site www.educamaisbrasil.com.br e garanta uma bolsa de estudo!


Fonte: Tempo Junto e Doutíssima
Links:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contribua deixando seu comentário.