segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016

Aulas de teatro desenvolvem ferramentas fundamentais para a carreira

Fonte: Universia

O teatro é um espaço que cativa: sejam os atores apaixonados pelo palco ou a plateia que não pisca diante da atuação de pessoas que se prepararam incansavelmente para apresentarem um bom espetáculo. No entanto, o que muitos não sabem, é que as aulas de teatro podem ser um grande diferencial para o futuro profissional dos estudantes que as praticam. Visando entender melhor sobre o assunto, a Universia Brasil conversou com o professor de Teatro do Colégio Poliedro de São José dos Campos Rodolpho Pinotti.

Para o docente, realizar aulas de teatro é um grande diferencial para a carreira futura dos estudantes. Ele explicou que as aulas trabalham principalmente com duas questões pessoais: a expressão e a impressão. “Os alunos de teatro conseguem reconhecer as coisas e compreender as lógicas que o mundo apresenta a partir da relação entre ambas”, explicou.

A expressão é uma das características do teatro que mais atrai o público que compõe as aulas. O professor comentou que o aluno motivado pela expressão tem a comunicação como uma das suas necessidades básicas. “Já é um estudante envolvido em arte, que gosta de poesia. Ele tem grande necessidade de se expressar”, opinou.

Considerando esse ponto, Pinotti diz que a expressão tem grande influência no dia a dia profissional e, consequentemente, no sucesso dos estudantes. “Uma pessoa que trabalha a expressão dentro do teatro desenvolve algumas ferramentas fundamentais, como a facilidade de oratória, de articulação de frases e de projeção de voz”, disse.

No entanto, não é somente a expressão que traz benefícios para o futuro profissional: a impressão trabalhada nas aulas também tem grande atuação. Mesmo que muitos não conheçam esse lado do teatro, o docente afirma que as impressões são completamente afloradas durante a prática. “O olhar para fora e a necessidade de se comunicar fazem com que o aluno passe a olhar cada vez mais para si, fazendo perguntas como ‘quem eu sou?’ e ‘qual o meu papel no mundo?’”.

As impressões bem desenvolvidas são essenciais dentro do mercado de trabalho. Segundo Pinotti, “o teatro começa a trabalhar a criticidade daquele indivíduo e a imaginação, potencializando as impressões”. A ideia central do professor é que o diferencial de um profissional de outro é como ele faz uso das informações que obtém, já que elas estão disponíveis para todos. Por isso, a imaginação desenvolvida por meio das impressões ganha força.

“Uma pessoa que tem a imaginação aflorada e sabe fazer uso dela terá uma colocação no mercado muito mais fácil. Torna-se possível transitar em áreas diferentes e ter um papel de destaque”, argumentou.

Além disso, as aulas de teatro fazem com que os estudantes aprendam a conviver com o outro. Segundo o docente, a rotina de ensaios e o próprio convívio com colegas, muitas vezes completamente diferentes uns dos outros, é um grande diferencial no mercado de trabalho. “Uma pessoa que faz teatro aprende a se relacionar com a outra, porque é uma arte coletiva”, finalizou.

Arte só para extrovertidos?


O professor Rodolpho Pinotti acredita que todos podem realizar aulas de teatro e, se tiverem a oportunidade, deveriam. Ele explicou que o palco é benéfico tanto para os introvertidos como para os extrovertidos. “Da mesma forma que o primeiro usa o teatro para olhar para fora, o segundo tenta olhar para dentro e se conhecer melhor, para elaborar os próprios sentimentos”, argumentou.



Além disso, reforçou a necessidade do teatro de conviver com as diferenças. Para explicar essa necessidade de diversidade, fez uma analogia com a famosa brincadeira infantil “polícia e ladrão”. “A atuação nada mais é do que uma brincadeira. Se todo mundo for ladrão, ela não acontece. Se todo mundo for polícia, também não. Comparando com o teatro, a diversidade não só é bem-vinda como ela é necessária. Sem diversidade, você não tem a riqueza do jogo, o espetáculo fica chato, monótono, sem sentido”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contribua deixando seu comentário.