segunda-feira, 23 de novembro de 2015

Como superar 3 mitos comuns sobre o estudo de idiomas

Fonte: Universia

Muitas pessoas sentem dificuldade em aprender um idioma estrangeiro. Algumas delas nem tentam se arriscar no conhecimento de uma nova língua, seja por acharem que não vão conseguir compreendê-las ou por sentirem que já passaram da época de aprender algo novo. O que poucas delas sabem, entretanto, é que essas barreiras muitas vezes são um equívoco, uma dificuldade imposta por elas mesmas, por medo de arriscar.
Pensando nesse assunto, separamos a seguir 3 mitos que costumam ser cultivados por quem sente insegurança em começar a estudar uma língua estrangeira. Confira abaixo quais são eles e melhor maneira de superá-los:

1 - Não consigo aprender porque tenho dificuldade com ensino de línguas
Muitas pessoas têm o costume de enxergar o ensino de idiomas como algo que deve ser decorado ao invés de uma habilidade que o indivíduo já possui, devendo ser aprimorada. Se esse é o seu caso, lembre-se disso: se você teve a capacidade de aprender a sua língua materna, por que não conseguiria assimilar uma estrangeira?


2 - Não consigo aprender porque já passei da idade
De fato, estudos comprovam que a capacidade de absorver novas informações é maior quando se é mais jovem. Contudo, isso não deve funcionar como um empecilho para aprender um novo idioma. Não é porque você passou da fase da infância e da adolescência que será impossível assimilar um assunto novo. Para isso, contudo, será necessário procurar formas de exercitar e estimular o cérebro constantemente, ativando memórias relativas a conteúdos que já foram aprendidos anteriormente, para tornar o estudo de línguas mais fácil.


3 - Não consigo aprender por causa da rotina corrida
Muitas pessoas deixam de estudar um novo idioma alegando não ter tempo suficiente para se dedicar à atividade, muitas vezes devido à rotina atarefada no trabalho, por exemplo. Entretanto, existem diversas alternativas para aprender uma língua de uma forma prática, sem precisar sair de casa. Muitos sites disponibilizam gratuitamente aulas online e outros materiais de estudo, podendo ser acessados a qualquer hora pelo estudante. Plataformas como o Open Culture, BBC Languages, Coursera, são alguns exemplos. Acessando-as, você pode aproveitar um tempo livre no fim de semana ou um feriado, por exemplo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contribua deixando seu comentário.