sexta-feira, 19 de dezembro de 2014

Está pensando em fazer intercâmbio? Saiba como treinar sua pronúncia fora do Brasil

Fonte: Universia

Melhorar a proficiência em idiomas é um dos maiores objetivos de quem quer estudar fora do Brasil. Porém, é comum que os estudantes encontrem um pouco de dificuldade na hora de se adaptar à pronúncia local, mesmo que tenham feito aulas do idioma antes de viajar. Para ajudar, a Universia Brasil preparou algumas dicas indispensáveis para quem quer treinar a fala assim que chegar ao país de destino. Confira:

Pratique fora da escola
Essa dica é válida, inclusive, para antes da viagem. Tente incluir manifestações da nova cultura no seu dia-a-dia, ouvindo músicas e também assistindo filmes sem legenda. Você estará em contato com o idioma sem a pressão de exercícios e provas, o que é ótimo para aprender.

Faça amigos
Além da experiência cultural, ter amigos nativos é uma excelente maneira de melhorar sua conversação. Esse conselho pode parecer óbvio, porém, não é raro que estudantes estrangeiros se enturmem apenas com alunos que também vieram de seu país, correndo o risco de acabar comunicando-se apenas no seu idioma natal, o que faz com que a experiência do intercâmbio perca o sentido original.

Peça ajuda
Não tenha medo de pedir que amigos ou até a sua host family te corrijam quando perceberem que você está falando algo errado. Ao receber a dica de um amigo, a tendência é que você mude seus hábitos mais rapidamente e de maneira mais natural que tentar fazer isso através de um exercício repetitivo ouestudando para provas.

Fique atento à cultura local
Um dos erros comuns na comunicação é não conhecer as tradições culturais do país. Procure saber mais sobre os elementos da cultura pop e também datas comemorativas, livros, canções populares. Dessa forma, ficará cada vez mais fácil entender sobre o que seus amigos estão conversando.

Envolva-se em atividades acadêmicas
Como mentor ou professor de outros estudantes, você deve se esforçar cada vez mais, não somente para ter conhecimentos sobre aquilo que você estiver ensinando, mas também para melhorar suas habilidades de comunicação, como a fala.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contribua deixando seu comentário.