sexta-feira, 17 de janeiro de 2014

Como conciliar o estudo com as baladas

Por: Patrícia Lopes 


Pensando que a fase adolescente e jovem é um momento de grandes transformações e mudanças, reconhecemos que estes têm necessidade de identificação, uma vez que estão passando da fase infantil para a adulta e ganhando independência em relação à família.

Buscam estas identificações também em seus círculos de amizades e na mídia, pois esta exerce uma grande influência, estimula-os através do movimento, das cores, da música, da beleza das imagens, como por exemplo, as festas, popularmente conhecidas por “baladas”, que no universo jovem os atrai cada vez mais como forma de lazer frente a tantos desafios e transições enfrentados pelo jovem.

E quando esta juventude pós-moderna se vê diante de uma situação complexa como estudo x balada? Afinal, será que é possível conciliar esses dois fatores tão presentes na vida deles?
Como foi citado anteriormente, esta é uma fase de desafios, consequentemente também de escolhas, o adolescente e o jovem necessitam estabelecer prioridades, ou seja, dar maior importância aquilo que repercute em resultados positivos, como o estudo, pois é algo que precisa de bastante investimento, não que o lazer, as festas não sejam importantes, pois fazem parte da vida deles, mas podem ser vivenciadas dentro do equilíbrio.


O equilíbrio entre fazer aquilo que gostam, frequentar as baladas, e aquilo que precisa, os estudos, pode ser obtido através da administração do tempo e o estabelecimento de alguns limites; reservando dias específicos para a “balada”, de preferência finais de semana, e se estas saídas coincidirem com os dias de aula, de estudo, fixar os horários para a chegada, pois uma noite mal dormida reflete em resultados negativos no aproveitamento das aulas e o álcool em excesso, segundo cientistas, destrói as células cerebrais que governam o aprendizado e a memória.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contribua deixando seu comentário.