segunda-feira, 17 de junho de 2013

Brasileiros estão entre os profissionais que melhor equilibram trabalho e vida pessoal

Fonte: Yahoo!

SÃO PAULO - Equilibrar trabalho com vida pessoal não é uma tarefa fácil. Mas, segundo uma pesquisa da Regus, os brasileiros estão entre os profissionais que melhor conseguem equilibrar ambas jornadas. A segunda edição do Índice de Equilíbrio Entre Trabalho e Vida Profissional, feita pela consultoria Regus, revela que 82% dos trabalhadores do País estão mais satisfeitos com o emprego.
Segundo a Regus, que entrevistou mais de 26 mil pessoas, o Brasil ficou em 9º lugar entre os 90 países pesquisados, empatado com o Peru e atrás do Panamá, Guatemala e Colômbia, que lideram a lista. Para se chegar ao resultado, o índice considera diversos fatores, desde equilíbrio entre trabalho e vida pessoal, como horas trabalhadas e o tempo que o profissional consegue se dedicar a assuntos pessoais diariamente.
Neste quesito, o Brasil ficou com 137 pontos, acima da média global, que foi de 120 apenas. Com a pontuação, o País também ficou à frente de grandes potências, como Japão (106 pontos), Estados Unidos (117) e Reino Unido (109). 

O levantamento apontou que os brasileiros foram o que menos responderam “sim” ao serem perguntados se estão passando mais tempo longe de casa em comparação com o ano passado. Quase 20% concordaram com a questão, contra 42% da média global. Além disso, o número de trabalhadores satisfeitos com o tempo que conseguem dedicar a assuntos pessoais subiu de 51%, em 2012, para 54%.
“Funcionários mais felizes são mais produtivos e menos propensos a deixar a empresa. As companhias estão percebendo que, para contratar e manter talentos, precisam se esforçar na ampliação de políticas de trabalho mais flexíveis, oferecendo, por exemplo, alternativas em relação ao local de trabalho”, afirma a diretora de área da Regus, Fernanda Patzina.

Países Pontuação
*Regus
Panamá 156
Guatemala 154
Colômbia 152
México 149
Costa Rica/Indonésia 148
Filipinas 145 
Chile 142 
Índia 138 
Brasil/Peru 137 
China 136

Dono do próprio negócio é mais satisfeito no País 
O estudo também revela que, no Brasil, quem é dono do próprio negócio está mais satisfeito com o trabalho (84%) em comparação com quem é funcionário de alguma empresa (70%).
De fato, o índice de equilíbrio entre trabalho e vida pessoal entre os empreendedores é de 138 pontos, contra 122 entre os funcionários de empresas. Em escala global, a essa diferença também existe: 124 e 115 respectivamente.
Uma outra pesquisa recentemente feita pela Regus já havia mostrado que, para 51 % dos profissionais entrevistados no Brasil, a flexibilidade no trabalho (em relação a horário e local) permite que eles passem mais tempo com a família.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contribua deixando seu comentário.