segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

Guia de Carreiras

SERVIÇO SOCIAL


O assistente social trabalha com a questão da exclusão social, acompanhando, analisando e propondo ações para melhorar as condições de vida de crianças, adolescentes e adultos. Cria campanhas de alimentação, saúde, educação e recreação e implanta projetos assistenciais. Em penitenciárias e abrigos de menores, propõe ações e desenvolve a capacitação para a reintegração dos marginalizados. Em órgãos públicos, formula projetos e políticas que atendam aos segmentos excluídos da sociedade. Em empresas, realiza campanhas de segurança no trabalho e acompanha funcionários nas questões de saúde, finanças, sociais e familiares. É obrigatória a inscrição no Conselho Regional de Serviço Social para o exercício da profissão.

O mercado de trabalho

Têm aumentado as vagas nas capitais. A terceirização de parte dos serviços sociais e de saúde do governo para ONGs faz crescer a procura por assistentes sociais para gerir e implementar políticas nessas áreas. "O assistente social atua no campo das políticas públicas em geral, com o objetivo de viabilizar o acesso da população à saúde, previdência, habitação e assistência social", explica Maria Liduina de Oliveira e Silva, vice-presidente da Associação Brasileira de Ensino e Pesquisa em Serviço Social e coordenadora do curso da Unifesp. Mas a maior parte das vagas ainda é no setor público, nos níveis federal, estadual e municipal

Salário inicial: R$ 2.500,00 (30 horas semanais); fonte: Sindicato dos Assistentes Sociais do Estado do Rio de Janeiro.

O que você pode fazer:

Assistência à criança e ao adolescente
Desenvolver e implantar projetos de apoio à educação e acompanhamento de crianças e jovens carentes. Na Justiça, nas varas de família, deve acompanhar os processos que envolvem crianças e adolescentes em situação de risco social, de adoção e de disputa de guarda.
Empresas
Organizar e executar programas educativos de saúde, lazer e segurança no trabalho.
Saúde
Participar de campanhas públicas de prevenção de doenças endêmicas e epidêmicas e do combate ao alcoolismo e às drogas. Prestar assistência a pacientes e seus familiares.
Educação
Criar e implementar programas de bolsa de estudo e auxílio financeiro, assim como selecionar os estudantes beneficiários.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contribua deixando seu comentário.