segunda-feira, 22 de agosto de 2011

Universidades brasileiras seguem fora do 'top 100' de ranking chinês.

Nenhuma universidade brasileira aparece entre as cem melhores do mundo segundo o ranking 2011 da Universidade de Comunicações de Xangai, que lista anualmente as 500 melhores do mundo.

A brasileira mais bem colocada mais uma vez é a Universidade de São Paulo (USP), que está no grupo entre a 101 e 150 melhores universidades do mundo. O ranking não dá uma colocação exata da USP.
O ranking especifica as colocações das cem primeiras e, depois disso, apresenta as universidades em grupos que vão de 101 a 150, 151 a 200, 201 a 300, 301 a 400 e 401 a 500.
Além da USP, outras brasileiras citadas são a Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), que está entre as 201 e 300 melhores; a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e a Universidade Estadual Paulista (Unesp), que estão entre as 301 e 400 melhores, a Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e a Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), que está entre as 401 e 500 melhores. Com exceção da Unifesp, que aparece pela primeira vez.
O ranking chinês é considerado um dos mais importantes do mundo atualmente ao lado da lista de 200 instituições acadêmicas de maior relevância mundial elaborado todo ano, desde 2004, pela publicação britânica "The Times Higher Education Supplement"

Fonte: G1.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contribua deixando seu comentário.